Fortes chuvas deixam oito famílias desalojadas em Campina Grande; Defesa Civil registrou 43 ocorrências

As fortes chuvas que ocorreram em Campina Grandenesta terça-feira (21) deixaram oito famílias desalojadas, de acordo com o coordenador da Defesa Civil da cidade, Ruiter Sansão. Segundo ele, a Defesa Civil registrou 43 ocorrências relacionadas à chuva, sendo 23 de alagamento, além de diversas quedas de árvores.

Para esta quarta-feira (22), porém, não há previsão de chuva forte, segundo Ruiter Sansão, de modo que agora os órgãos do município agem para reparar os danos e prevenir novos problemas. 

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, as famílias desalojadas já estão retornando às suas residências depois que água baixou e estão sendo acompanhadas pela assistência social do município. 

Há máquinas no Açude Velho e em outros pontos da cidade para trabalhar no desassoreamento e limpeza da lama, evitando que volte a ocorrer alagamento caso volte a chover. Ruiter Sansão explicou que serviços dessa natureza são realizados de forma constante na cidade, mas o volume de chuvas ocorrido na terça-feira foi muito maior do que o esperado.

Outra consequência das chuvas é o aumento da incidência de picadas de escorpião, já que no período chuvoso esses animais buscam abrigo dentro de residências. Só nesta terça-feira (21), o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande atendeu 11 pessoas picadas por escorpiões. 

Desde 1 º de janeiro, o hospital já soma 124 atendimentos a ocorrências do tipo. Em janeiro de 2019 o total de atendimentos por picadas de escorpiões no Trauma-CG foi de 144 casos.

Telefones úteis

193 – Bombeiros
199 – Defesa Civil
3310-6113 – Secretaria de Obras (fiscalização de obras que apresentem risco)
3310-6275 – Assistência Social
3310-5853 – Ceatox (para orientações no caso de picada de escorpião e outros animais peçonhentos)

Please follow and like us:

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *