Carro do cantor Alcymar Monteiro não foi furtado, mas sim levado por ex-esposa

O inquérito que investigava uma denúncia de furto de um veículo que prestava serviços para o cantor cearense Alcymar Monteiro foi descartado pela Polícia Civil. A decisão aconteceu depois que a instituição tomou conhecimento que o veículo na verdade não foi furtado, mas sim levado pela ex-esposa do cantor que se apresentou na delegacia alegando que o veículo era dela.

O caso foi esclarecido pela Polícia Civil, através de uma nota oficial divulgada pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), na cidade de Patos. Segundo a Polícia Civil, a ex-esposa do cantor procurou a Polícia Civil após a repercussão de que o carro teria sido furtado e depois que o veículo ficou com restrição de roubo e furto.

Agora a Polícia Civil vai investigar se houve omissão dolosa de informações no instante do registro da ocorrência que informava que o carro foi furtado, o que pode configurar falsa comunicação de crime e falsidade ideológica.

O impasse na madrugada do último domingo (20) quando o veículo estava estacionado em frente ao hotel onde o cantor estava hospedado, na cidade de Patos, no Sertão paraibano. No dia, o carro estava sendo conduzido por outra pessoa e não pelo cantor.

Conforma a Polícia Civil, imagens de câmeras de segurança mostram o momento que uma mulher se aproxima do carro, abre a porta e sai com ele. Depois disso, foi feito um boletim constando que o veículo havia sido furtado.

Segundo a Polícia Civil, a ex-esposa do cantor procurou a delegacia nesta terça-feira (22) e informou “que pegou o veículo que é de sua propriedade, utilizando-se para tanto da chave reserva, pois a mesma havia se separado de fato no sábado (19), após conflitos conjugais, e voltaria a residir na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, para onde levaria o veículo”, diz a nota.

A nota da Polícia Civil diz ainda que a ex-esposa de Alcymar Monteiro “apresentou nesta delegacia documentação que comprova ser de seu uso pessoal o veículo, como documentação do seguro registrado em seu nome, comprovantes de pagamentos das parcelas de financiamento do veículo, e a documentação do veículo em nome de seu tio, somente não tendo registrado o veículo em seu próprio nome devido a restrições de crédito para obtenção do financiamento”.

A Polícia Civil disse também na nota que orientou a ex-esposa do cantor a procurar a delegacia especializada em roubos de veículos na cidade de Natal, para fazer a retirada do impedimento legal do carro, que passou a acusar restrição de roubo/furto.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *