Grupo ‘Mulheres Unidas Contra Bolsonaro’ é reativado após ataque de hackers

O grupo no Facebook ‘Mulheres Unidas Contra Bolsonaro’, que reúne mais de 2 milhões de participantes, foi reativado neste domingo (16) no Facebook, de acordo com informações da Folha de S.Paulo. Ele tinha sido retirado do ar por hackers na noite desse sábado (15).

“O grupo foi temporariamente removido após detectarmos atividade suspeita. Estamos trabalhando para esclarecer o que aconteceu e restaurar o grupo às administradoras”, informou o Facebook.

Entenda o caso

Organizadoras do”Mulheres Unidas contra Bolsonaro” dizem que grupo no Facebook foi hackeado

De acordo com o ‘El País’, administradoras do grupo relatam contas invadidas já na sexta-feira (14). Elas contam ainda que receberam mensagens com dados pessoais como forma de intimidação, junto com a exigência de retirar o grupo do ar.

O ‘Mulheres Unidas Contra Bolsonaro’ foi criado no dia 30 de agosto.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *