Filho de Cássio cobra fim dos privilégios, mas esquece que seu pai é beneficiado com acumulo de salários

Discurso em vídeo do deputado Pedro Cunha Lima (PSDB) nas redes sociais. Na fala, o deputado convocou o Congresso a cortar na própria carne recheada de privilégios. Ele defende que antes de tratar da ‘Reforma da Previdência’, os poderes tratem da ‘Reforma dos Privilégios’, mas esquece assim que seu pai o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) recebe, no total, R$ 57,2 mil, entre salário do Congresso e pensão como ex-governador da Paraíba, algo muito criticado pelos brasileiros.

“As necessidades das autoridades vem sempre em primeiro lugar no Brasil, não falta nada para os deputados, senadores, governadores, para os juízes, onde existe um aparelhamento estatal muito robusto que tem um orçamento que o Brasil não suporta. Então a gente precisa antes de tratar da ‘Reforma da Previdência’, debater a ‘Reforma dos Privilégios’”, disse o filho de Cássio ao esquecer que seu pai recebe no total, R$ 57,2 mil, entre salário do Congresso e pensão como ex-governador da Paraíba no valor de R$ 23,5 mil. Veja a fala de Pedro no link: https://youtu.be/DD1igx1Xk74

O acumulo de vencimentos de Cássio já foi destaque diversas vezes na mídia nacional, como nessa matéria no G1 no link: https://goo.gl/jHmhHo

O governo da Paraíba tem uma despesa anual de R$ 2,5 milhões com pensões vitalícias para ex-governadores e viúvas. O dado é de um levantamento do portal G1 e coloca o Estado como o sétimo que mais tem despesas com esse tipo de pagamento no país. O benefício é legal, mas está sendo contestado no Supremo Tribunal Federal (STF), através de uma ação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O gasto mensal na Paraíba é de R$ 209,1 mil.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *