Treze se vinga do Botafogo-PB e título do Paraibano fica em Campina

A missão do Treze era difícil, mas não impossível. Derrotado por 2 a 0 no jogo de ida, o Alvinegro devolveu o placar ao Botafogo-PB no tempo normal e acabou eliminando o rival nas disputas por pênaltis por 5 a 4.

Com isso, o título do Campeonato Paraibano de 2020 vai ficar em Campina Grande, já que Galo se credenciou para decisão contra o seu rival Campinense, que despachou o Sousa na outra semifinal.

O título será decidido em duas partidas o tradicional Clássico dos Maiorais, cujas datas a Federação Paraibana de Futebol deve decidir nesta quinta-feira.

Com a classificação para a decisão, o Treze também garante vaga na Copa do Brasil do próximo ano ao lado do arquirrival Campinense. Quem for campeão paraibano, vai carimbar também o passaporte para a Copa do Nordeste de 2021.

No duelo desta noite, no Estádio Amigão, o Galo saiu na frente com gol contra de Fred na primeira etapa. Ermínio fez o segundo, o que levou a disputa para as penalidades.

O JOGO

Precisando da vitória de qualquer maneira, o treinador Moacir Júnior mudou bastante o alvinegro de Campina Grande, promovendo a entrada de Frontini no ataque, deixando Bruno Mota no banco de reservas e colocando Rezende, de característica de saída de jogo, na vaga do volante Robson no time inicial.

Logo aos 17 minutos, o Treze, que ocupava mais o campo de ataque, conseguiu abrir o placar. Léo Pereira foi lançado por Breno Calixto, foi até a linha de fundo e cruzou para o meio. O zagueiro Fred foi tentar cortar, mas se atrapalhou e chutou com força nas redes de Felipe, marcando para o Galo.

Dois minutos depois, o próprio defensor criou a primeira oportunidade botafoguense. Em cobrança de falta da entrada da área, Fred mandou na trave de Jeferson, que ainda tocou na bola antes dela bater no poste e ir para escanteio. Na cobrança, após desvio, Lohan, na linha da pequena área, livre, chutou com muita força e a bola foi por cima do gol.

Aos 34, os donos casa imprimiram nova pressão. Após cobrança de falta na área, Breno Calixto foi no terceiro andar e obrigou Felipe a fazer grande defesa. Na sobra, Alexandre Santana limpou a marcação e bateu de pé esquerdo, mas o goleiro botafoguense fez outra boa defesa para evitar o segundo gol trezeano.

Na última chance de perigo no primeiro tempo, aos 44, Cássio Gabriel cobrou falta na área e Lohan, novamente próximo da pequena área, cabeceou por cima da meta de Jeferson.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, Moacir Júnior fez mudanças no Treze e tirou os amarelados Rezende e Douglas Lima para colocar Robson e o atacante Ceará.

Somente aos 20 minutos veio o primeiro chute a gol da segunda etapa. Após cobrança de escanteio de Kellyton, que acabara de entrar, Dico, que foi para campo junto do lateral-direito, pegou a sobra a meia-lua da grande área e bateu de direita, mas Jeferson defendeu sem dificuldades no meio do gol trezeano.

Dois minutos mais tarde, Léo Pereira cruzou da direita e a cabeçada de Vinicius Barba passou a esquerda do gol de Felipe, na resposta do Galo.

E na primeira chance clara do segundo tempo, aos 36 minutos, Léo Pereira cobrou lateral na área, Ceará bateu mascado e Ermínio, livre na grande área, chutou de direita para vencer o goleiro botafoguense e marcou o segundo do Galo.

Aos 41 minutos, Felipe deu chutão para o ataque, Nilson Júnior errou a cabeçada e a bola sobrou para Dico, que invadiu a área e foi derrubado por Breno Calixto. Porém, Wagner Reway deixou de assinalar pênalti no atacante do Botafogo-PB.

Pênaltis

O estreante Kellyton desperdiçou a segunda cobrança para o Botafogo-PB, e o Treze, que converteu todos, avançou para final com o placar de 5 a 4. Para o Galo, marcaram Breno Calixto, Bruno Mota, Ermínio, Edson Carioca e Nilson Júnior. No Belo, converteram Fred, Everton Heleno, Luís Gustavo e Mário Sérgio.

Ficha técnica

Treze 2 x 0 Botafogo-PB (agregado 2 x 2)
Pênaltis: 5 x 4

Campeonato Paraibano de 2020
Semifinais (jogo de volta)
Estádio: Amigão (Campina Grande)

Arbitragem: Wagner Reway; Kildenn Tadeu e Ruan Neres.

Gols: Fred (contra), Ermínio (T)
Cartões amarelos: Rezende, Paulo Wanzeler (reserva), Douglas Lima, Frontini, Nilson Júnior, Ceará (T); Lohan, Kelvin, Luiz Henrique (auxiliar-técnico), Luís Gustavo (B)

Treze: Jeferson, Léo Pereira, Breno Calixto, Nilson Júnior, Gilmar; Vinícius Barba, Rezende (Robson), Alexandre Santana; Tales (Edson Carioca), Douglas Lima (Ceará) e Frontini (Ermínio). Técnico: Moacir Júnior.

Botafogo-PB: Felipe, Fred, Luís Gustavo, Marcelo Xavier; Juninho, Mineiro, Everton Heleno, Cássio Gabriel (Dico), Mário Sérgio; Kelvin (Kellyton) e Lohan (Mário Sérgio). Técnico: Mauro Fernandes.

* Com Vozdatorcida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *