Ricardo Coutinho critica comportamento de Cássio Cunha Lima: “É um espertalhão”

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Ricardo disse ainda que para quem dizia que o governo Temer era ousado, estava avançando e que a culpa era de outro governo, e em uma semana já muda de opinião, fica patente que a política está ficando cada vez mais para alguns espertos. “É preciso parar com isso, porque a política é um grande instrumento capaz de fazer com que as pessoas vivam melhor coletivamente e só quem pode parar com isso, através da boa escolha, é, efetivamente, a população. Senão, esse perfis eu habitam a política do país vão continuar produzindo cenas dantescas como esta: em uma semana diz que aquele que está lá é o melhor que tem e na outra já prepara o lugar para poder colocar outro e aumentar a sua influência, o seu poderio. É lamentável”, avaliou. Para o governador é preciso que nas eleições de 2018 haja profundas mudanças e que é necessário resgatar a essência da democracia representativa, que parta do pressuposto da legitimidade e só quem dá legitimidade é o voto da população. “Porque do contrário teremos um terceiro, um quarto governante. Quem deu o golpe talvez imaginasse que bastava a grande mídia abençoar, passar a mão na cabeça que governariam tranquilos impondo a sua pauta, que não era a pauta de 2014. Graças a Deus eu mantive minha posição, porque democracia só muda no voto”, observou o chefe do Executivo.]]>