Reitor Vicemário Simões chora ao se despedir da UFCG após Bolsonaro nomear o menos votado para o cargo: “saio pela porta da frente com muita dignidade”

O reitor mais votado e que conseguiu o primeiro lugar na reeleição da Universidade Federal da Paraíba (UFCG), Vicemário Simões, se despediu nesta segunda-feira (1) do cargo e se emocionou durante homenagem recebida por funcionários e a comunidade acadêmica. Em vídeo obtido com exclusividade pelo ClickPB, o ex-reitor chega a chorar e dizer que não foi derrotado. “A vida continua. Vocês estão no meu coração sempre. A gente não perdeu. Nós iremos sair pela porta da frente do jeito que entramos com muita dignidade”, desabafou.

A eleição para reitor aconteceu no dia 20 de novembro de 2020 e a chapa de Vicemário e Camilo obteve 50,45% e 53,97% (em média ponderada). Na última terça-feira (22) foi publicada no Diário Oficial da União a nomeação de Antônio Fernandes Filho, o terceiro colocado na lista tríplice, como novo reitor da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

A mesma situação de intervenção do presidente Bolsonaro na gestão de instituições de ensino federal ocorreu em fevereiro deste ano, quando ele nomeou o menos votado que foi empossado reitor na Universidade Federal da Paraíba (UFPB). De acordo com decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), Bolsonaro não é obrigado a nomear o primeiro colocado da lista.

No lugar de Vicemário fica Antônio Fernandes Filho, o terceiro colocado na lista tríplice, como novo reitor da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

Assista o vídeo na íntegra do momento em que o ex-reitor se despede do cargo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *