Petista avisa que Gleisi Hoffmann vai “pagar caro” pela acusação feita contra ele

O candidato a prefeito de João Pessoa pelo Partido dos Trabalhadores, Anísio Maia, se disse indignado com as acusações da presidente nacional, Gleisi Hoffmann proferidas contra ele por conta da candidatura própria que o partido vem mantendo na Capital, a qual a presidente considera uma armação contra Ricardo Coutinho a serviço do governador da Paraíba, João Azevedo (Cidadania).

Hoffmann perdeu na justiça o ato de intervir na direção municipal do PT de João Pessoa objetivando a coligação do PT ao PSB e o apoio dos militantes à candidatura de Ricardo Coutinho, que acredita que pode unir uma frente de oposição ao governo Bolsonaro e defender os interesses da população.

Como não conseguiu, afirmou que o PT não será cúmplice da armação do governo da Paraíba e da Direita para prejudicar Coutinho.

“É isso que significa a candidatura de Anísio, que rompeu com a democracia partidária. O PT tem lado e é o lado do povo de João Pessoa”, assinou a presidente.

Para Anísio foi uma grave acusação até porque Gleisi conhece a sua história de luta dentro do PT, assim como o povo de João Pessoa e toda a Paraíba e disse que ela vai ter que explicar porque quem o conhece sabe que ele não é afeito a esse tipo de coisa.

“Quem vive no meio político sabe que eu sou uma pessoas que cultiva a minha independência. Não vendo o meu pensamento político para ninguém. Até pouco tempo atrás eu votei na Assembleia Legislativa contra a orientação do governo na ocasião da Reforma da Previdência. Eu sempre voto assim. Voto pela minha consciência. Portanto, essa afirmação de Gleisi Hoffmann foi um grave erro político que ela cometeu e vai pagar caro politicamente por isso”, destacou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *