APOIO MÚTUO: DEM e Podemos anunciam amanhã aliança eleitoral em João Pessoa e Campina Grande

Os partidos Democratas e Podemos confirmarão nesta sexta-feira (11) a aliança entre as duas legendas nas duas principais cidades do estado, João Pessoa e Campina Grande. O entendimento entre as siglas vinha sendo costurado desde a última semana entre o deputado federal Efraim Filho (DEM) e o senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB), que tem proximidade com as principais lideranças do Podemos no estado.

A aliança garante a parceria dos partidos em torno das candidaturas de Raoni Mendes (DEM), que receberá o apoio do Podemos na Capital, e de Ana Cláudia (Podemos) que vai ser apoiada pelo DEM na Rainha da Borborema. A oficialização da aliança ocorrerá em um evento a ser realizado em Campina Grande com a presença das principais lideranças de ambos os partidos.

Apesar de se concretizar somente agora a aliança entre DEM e Podemos, a relação política entre os grupos de Veneziano e Efraim não é nova. Em 2018, o DEM paraibano votou em Veneziano, que foi candidato ao Senado na chapa do então candidato João Azevêdo. “Chegamos a um consenso. Vai ter um apoio mútuo e isso demonstra coerência, é uma parceria que se consolida. A gente acredita que Raoni e Ana Cláudia são candidaturas que têm potencial de crescimento tanto em João Pessoa quanto em Campina Grande para chegar ao segundo turno e vencer as eleições”, disse Efraim.

“Foi um trabalho de muita articulação junto com a pré-candidata Ana Claudia, do Podemos, e o senador Veneziano, em Campina Grande. O Democratas, seguirá nesse apoio e parceria e, em retribuição, de maneira recíproca, recebe o apoio do Podemos e do senador Veneziano, em João Pessoa, para o nosso pré-candidato Raoni Mendes. É uma aliança boa para os dois partidos, que saem fortalecidos em João Pessoa e Campina Grande”, frisou o deputado federal Efraim Filho (Democratas), em entrevista ao programa de rádio Hora H.

Efraim Filho também deixou claro que a formalização da aliança não significa a indicação de nomes para compor a chapa majoritária, nas duas cidades.

“Pode resultar, mas são possibilidades em aberto. Os partidos podem compor as chapas, mas tudo dependerá de diálogos. Nada de prego batido em relação de nomes para a vice-prefeito, pois, ainda podem chegar partidos para participarem dessa convenção”, complementou.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *