Servidores da Saúde de Campina Grande fazem protesto e paralisam atividades três dias por semana

Os serviços de saúde de Campina Grande só estão funcionando em dois dias da semana, às segundas e sextas-feiras, depois que os servidores da saúde resolveram retomar as paralisações semanais a partir do dia 4 de fevereiro. Um protesto foi realizado pelos servidores nessa quarta-feira (12) na Secretaria de Saúde do Município. Eles reivindicam o reajuste do piso salarial e o Plano de Cargos e Carreiras de Agentes da Saúde e Agentes de Combate a Endemias.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste e Borborema (Sintab), Giovanni Freire, esta é uma luta que ocorre desde outubro do ano passado. Os servidores decidiram fazer paralisações semanais, em três dias da semana, mas voltaram às atividades após algumas negociações. Como as promessas não foram cumpridas, os servidores resolveram retomar o esquema de paralisações.

Uma das reivindicações, que era o pagamento da gratificação do Programa de Melhoria do Acesso e Qualidade (Pmaq), foi atendida nessa quarta-feira (12), após diversas mudanças de data desde o ano passado. Os principais pedidos da categoria, porém, permanecem sem resposta.

Segundo Giovanni Freire, havia um indicativo de greve, que foi rejeitado em assembleia. “Quando houve a deliberação em assembleia, os servidores optaram por não fazer greve para não prejudicar ainda mais a população, porque as unidades de saúde só estão abrindo duas vezes por semana”, disse.

Enquanto a situação não for resolvida, no entanto, os servidores seguirão com as paralisações e já há previsão de que um novo protesto seja realizado na Secretaria de Saúde na próxima quinta-feira (20).

Please follow and like us:

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *