“Nós estamos vivendo um momento de passar a limpo a história do nosso país, a história da nossa Paraíba”, destacou a assessora da ALPB e pré-candidata a vereadora por Campina Grande, Valéria


“Amo Campina Grande, afinal, nasci naquela cidade, embora tenha me criado em Cubati, mas retornei à minha terra após minha formação acadêmica, por lá fiquei e me casei, e tenho sim um projeto de pré-candidatura

Representando o Presidente Adriano Galdino, a assessora parlamentar da Assembleia Legislativa do Estado da Paraíba, Valéria, esteve em Campina Grande, última segunda-feira, no bairro do Jeremias, quando foi homenageada, na abertura do ano letivo 2020, a poetisa e mãe do tribuno Antônio Vital do Rego, Dna Quininha. A homenagem aconteceu na escola do mesmo nome, Vicentina Figueiredo Vital do Rego, acompanhada pela família, na composição da filha Bernadete Vital do Rego e da nora e Senadora Nilda Gondim Vital do Rego.

A assessora prestara relevantes serviços, tanto em Campina Grande, quanto em todo o Estado, mas a proximidade à Rainha da Borborema é maior, tanto que, o nome de Valéria está cotado para disputar uma cadeira no Legislativo Municipal campinense. “Amo Campina Grande, afinal, nasci naquela cidade, embora tenha me criado em Cubati, mas retornei à minha terra após minha formação acadêmica, por lá fiquei e me casei, e tenho sim um projeto de pré-candidatura, se for viável, pra mim será uma honra representar Campina Grande na Câmara Legislativa”, confirmou.

Indagada sobre os problemas que Campina Grande tem vivido na atual gestão, principalmente diante da Operação Famintos, Valéria disse que vê isso com tristeza “porque nós estamos vivendo um momento de passar a limpo, a história do nosso país, a história da nossa Paraíba, nós estamos num patamar que isso está ‘fora de moda’, nós precisamos ter seriedade nos cargos que assumimos, respeitando assim o povo de Campina, da Paraíba, o povo brasileiro, fazendo com isso uma administração, uma gestão de muita seriedade”, pontuou.

“As mulheres precisam ser bem representadas, hoje na Câmara, temos somente uma mulher representando nossa classe, precisamos fazer um trabalho sério na Câmara, fazer aquela Casa de Felix Araújo, ser respeitada pelo povo de Campina Grande”.

Sobre o descaso da atual gestão com o Terminal de Integração, a assessora respondeu que “esse foi um caso que muito afetou a população campinense, a Integração é uma forma da população se integrar de uma forma geral, tanto na questão financeira, economicamente falando, como na questão social, como o próprio nome diz: é uma forma de integrar, e isso foi sem dúvidas um grande prejuízo pra cidade”, enfatizou.

“Em um dos nossos projetos, temos a volta do Sistema de Integração em Campina Grande, por isso acredito que o sistema irá volta, como acredito na força da mulher na Câmara Municipal e é uma certeza, a nossa pré-candidatura, meu nome está posto, e se nosso grupo for de consenso, estou pronta e a vaga do irmão do Deputado e Presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino, está vaga, justamente para isso”.

Magali Souto Maior

Please follow and like us:

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *