Juiz decreta a indisponibilidade dos bens de Lula

A 1ª Vara de Execuções Fiscais de São Paulo decretou a indisponibilidade de bens do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de Paulo Okamotto, do Instituto Lula e da L.I.L.S., empresa de palestras do petista.

A medida visa a garantir o pagamento de dívida fiscal com o governo federal no valor de quase R$ 30 milhões, informa a revista Época.

Em relação a Lula, ao instituto e à empresa de eventos, o débito soma R$ 15 milhões.

No caso de Okamotto, presidente do instituto, o valor supera R$ 14 milhões.

*fonte: revista época

Please follow and like us:

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *