Feirantes denunciam abandono da Feira da Prata pelo Governo Romero em Campina Grande

Inaugurada no dia 14 de outubro de 2009, durante os 125 anos de emancipação da cidade, a nova Feira da Prata de Campina Grande está completamente abandonada e na precisa ser nenhum técnico para ter essa constatação. A ferrugem, instalações elétricas improvisadas, banheiros arrebentados, barracas de comercialização dos produtos da mesma forma enferrujados, além da falta de zelo na limpeza do local.

Observa-se de cara que as barracas onde muitos feirantes comercializam até produtos vindo da agricultura são as mesmas que foram doadas ao tempo da gestão do então prefeito Veneziano Vital, atualmente Senador.

Comerciantes mostraram à reportagem toda a Feira. A escada que dá acesso ao primeiro andar está irreconhecível. Antes tinha material antiderrapante e hoje é apenas na pedra e às escuras.

Os banheiros estão com problemas diversos, com instalações precárias e o Posto de Saúde do local, também entregue na gestão anterior, dificilmente funciona e às vezes no domingo apenas.

A Feira da Prata foi construída com recursos próprios da Prefeitura num montante de R$ 9,5 milhões, incluindo-se neste valor a compra do terreno, pavimentação das ruas laterais e boxes para os feirantes, totalizando  112 boxes e 781 comerciantes.

Os feirantes reclamam que a Praça de Alimentação, no primeiro andar, não tem uma programação cultural para atrair clientes.

A Feira da Prata existe há mais de 40 anos, mas a comercialização era feita na terra e em boxes antigos, sem a estrutura que se tem hoje.

Please follow and like us:

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *