Secretário confirma demissão de mais de 1 mil servidores da PMCG pós período eleitoral

Em entrevista à imprensa campinense, o secretário de Administração da Prefeitura de Campina Grande, Paulo Roberto Diniz, confirmou a demissão de mais de mil prestadores de serviço da PMCG, comprovando que a máquina pública foi inchada justamente durante o período eleitoral passado e, já que seu grupo eleitoral não logrou êxito, a única solução mesmo é o “olho da rua” pra todos.

O Secretário minimizou a saída, afirmando Diniz explicou que essa demissão é normal, pois no mês de janeiro, que é de férias, as escolas e creches estão fechadas.

“Estão fechadas todas as escolas, todas as creches no mês de janeiro. Seria irresponsabilidade que no mês de janeiro e fevereiro houvesse pessoas contratadas. É uma parada nesses meses que gera uma economia de R$ 3 milhões. Não há um número fixo de prestadores de serviço, eles são chamados de acordo com a demanda. É um contrato provisório e todos esses prestadores sabem disso”, afirmou o secretário.

 

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *