Galego do Leite questiona reajuste da tarifa de ônibus após cartão temporal: “Encenação”

 

 

O vereador Galego do Leite (Podemos) criticou a decisão do Conselho Municipal de Transportes que nesta sexta-feira, 25, aprovou um aumento de quarenta centavos na tarifa de ônibus, que passa de R$ 3,30 para R$ 3,70 no caso de pagamento em dinheiro e R$ 3,60 para pagamento com o Vale Bus Card, a partir deste domingo.
Galego destacou que o reajuste supera em muito a inflação do período, o que representa um duro golpe no bolso do trabalhador, e lembrou que o aumento também contraria o que foi sinalizado pela gestão municipal, através da STTP e do próprio prefeito, quando do anúncio, em dezembro, da implantação do sistema temporal de integração.
“A integração temporal foi anunciada como uma medida que deveria conter o reajuste, mas, um mês depois, o reajuste é aprovado, e num patamar extremamente alto, acima da inflação, muito acima dos reajustes dos salários dos trabalhadores. É lamentável que o governo municipal tenha se disponibilizado a fazer parte dessa encenação”, comentou.
Para o vereador, manobras deste tipo só fazem aumentar a desconfiança da população em relação às mudanças que a prefeitura vem fazendo no sistema de integração. “A gestão diz uma coisa hoje, mas daqui a menos de um mês acontece outra completamente diferente. Desse jeito, como as pessoas vão acreditar, por exemplo, quando a prefeitura diz que não vai haver cobrança da meia passagem na integração no futuro ou que não vai fechar o terminal? A desconfiança se justifica”, avaliou o parlamentar.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *