Odebrecht usou PMs para fazer pagamentos ilícitos a políticos

Uma tropa de policiais militares contratada pela empresa Transnacional e sua matriz Transexpert fez centenas de pagamentos ilícitos da Odebrecht para políticos e agentes públicos, informa o jornal O Estado de São Paulo.

Operado pelo doleiro Álvaro Novis, o sistema distribuiu ao menos R$ 37,9 milhões em São Paulo e R$ 81,8 milhões no Rio de 2011 a 2014.

Os PMs recebiam R$ 180 por dia de “bico”.

*fonte: estadao

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *