Ricardo: Campina é a única cidade do Nordeste automatizada em termos hídricos

governador Ricardo Coutinho (PSB) declarou, em entrevista nesta sexta-feira, 10, que a Cagepa precisa ser pública devido ao grande fator de diferença econômica e social do Estado.

– A Cagepa tem que ser uma empresa pública para pegar o superávit de Campina e João Pessoa e distribuir para tratar todos por igual, porque a água não pode ser circunstância. Tem que se ter o direito de ter água tratada – declarou ele, frisando que a água precisa ser ”socialmente ajustada” através de uma empresa pública.

O governador afirmou estar feliz com as respostas da Cagepa, pois destacou que a companhia, em anos passados, dava prejuízo.

Foto: Paraibaonline

O gestor declarou que há três anos que o superávit tem subido para realização de ampliações de redes, adutoras e diversas melhorias hídricas que, segundo ele, o governo Federal não tem se disposto a fazer.

– O Estado tem direito porque trabalhou pra isso. Nos negaram empréstimos e financiamentos. Fizemos sem. Eu acho que a Cagepa é uma demonstração de que as coisas, quando são bem cuidadas, funcionarão de uma determinada forma – disse ele.

Por fim, Ricardo disse estar orgulhoso por Campina Grande ser a única cidade do Nordeste totalmente automatizada em relação à distribuição da água, além de ter um tratamento de esgoto avançado.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *