Romero pode pedir à PRF apoio pra que as bebidas cheguem ao Parque do Povo

Preocupado com a proximidade da abertura do São João (sexta-feira próxima), o prefeito Romero Rodrigues admitiu que pode pedir apoio da Polícia Rodoviária Federal, para que os caminhões cheguem à cidade, no transporte de bebidas e da sonorização.

Apesar da greve dos caminhoneiros, que fez atrasar os últimos detalhes da festa, como a sonorização e iluminação, o prefeito Romero Rodrigues disse que, mesmo diante da situação, tudo está dentro do esperado e que, com o que já se tem no Parque do Povo, a festa poderia se iniciar normalmente.

Romero ressaltou que o que está faltando chegar é a sonorização e a empresa responsável pelas bebidas, uma das patrocinadoras do evento, e que até o final do dia de hoje, 29, essas já devem estar em Campina Grande.

Ele garantiu que, se for o caso, vai pedir apoio da Polícia Rodoviária Federal, para que os caminhões cheguem à cidade.

– Garantimos à população que na próxima sexta teremos a abertura do Maior São João do Mundo e vamos fazer uma grande festa. A programação está mantida no sentido de tranquilizar a população – disse.

O prefeito ainda comentou, durante entrevista à Rádio Campina FM, sobre o impasse envolvendo a Polícia Militar e a empresa organizadora do evento, a Aliança, a respeito da revista feita nas entradas do Parque do Povo.

A Aliança teria informado que não poderia fazer a revista. A PM rebateu, dizendo que a responsabilidade do órgão é na segurança interna da festa e que também não faria a revista, pois não teria efetivo para tal.

Como forma de amenizar a situação e garantir uma solução para o caso, o prefeito disse que será realizada uma reunião na manhã de hoje, 29, para debater o assunto e que, no que depender da Prefeitura, tudo será solucionado em breve.

Com relação ao impasse com os ambulantes, Romero disse que pediu flexibilização à Aliança no sentido de aumentar o número de ambulantes que devem atuar no Parque do Povo. A organizadora estabeleceu o número de 50, o que gerou insatisfação entre os ambulantes.

O prefeito ressaltou que a Aliança tem autonomia em suas decisões, mas que, diante do pedido, a empresa aumentou mais 25 vagas, somando assim 75 ambulantes para atuarem no PP.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *