Justiça rejeita ação de Anitta por suspeição de juíza em processo de ex-empresária

A 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro rejeitou, por unanimidade, a ação de suspeição movida por Anitta contra a juíza responsável pelo processo que enfrenta por parte de sua ex-empresária, segundo o blog da coluna de Lauro Jardim, do jornal “O Globo”.

Os três desembargadores decidiram que os atos julgados pela juíza Flavia Viveiros de Castro são válidos. Portanto, dão continuidade ao processo, que em março recusou o segundo recurso da cantora e determinou o depósito de R$ 3 milhões em uma conta judicial. Anitta não pode mais recorrer.

A Justiça deu razão a Kamilla Fialho, que acusa Anitta de não ter pago o valor estipulado em caso de rompimento de contrato. As duas encerraram os vínculos profissionais em 2014.

Amanhã, a defesa da empresária volta a pedir a imediata indisponibilidade de bens de Anitta e o pagamento dos R$ 3 milhões, ainda não depositados.

De acordo com o advogado de Kamilla, Leonardo Gomes, o valor da causa pode passar de R$ 30 milhões. Além da indenização, a empresária pede que seja ressarcida pelo que deixou de ganhar com o contrato interrompido.

Extra

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *