Cartaxo diz que a Paraíba precisa crescer com oportunidades do Sertão ao Litoral

Em Sousa, onde compartilhou experiência com gestores de oito cidades, o prefeito de João Pessoa falou em “travessia” para um “tempo novo”.

Um dia depois de dar início às obras do Parque da Bica, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, apresentou nesta sexta-feira (07/12) o modelo de gestão por resultados da capital paraibana para prefeitos e representantes do poder legislativo de oito cidades sertanejas.

A reunião, em que foram tratados programas de referência como a maior rede de creches e de UPAS da Paraíba, ocorreu em Sousa, cidade onde o gestor nasceu e passou parte da adolescência.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

Participaram do encontro os prefeitos João Bosco Fernandes, de Uiraúna, Zé de Pedrinho, de Marizópolis; Júlio César, de Aparecida, e Dedé de Zé Cândido, de Poços Dantas, além de vereadores e lideranças de Sousa (vereadores Ananias Vieira e Denis Formiga e o advogado Lafayete Gadelha), Marizópolis (vereadores Luiz Roberto, Alan Wagner, Dezinho e Dionísio Gomes), Lastro (vereador Domar Luiz), Santa Cruz (Jeferson Gomes) e São José da Lagoa Tapada (Carmen Suzana, secretária de Saúde do Município). Participam ainda os vereadores Francisco Tutinho e José Nildo, de Poço Dantas, e Cícero Fábio, de Aparecida.

Durante o encontro, Luciano destacou o conjunto de investimentos feitos em João Pessoa, como resultado do planejamento iniciado ainda em 2013.

“Enfrentamos a crise cortando despesas, modernizando a gestão e fazendo mais com menos. É por isso que fomos além do pagamento da folha e até da antecipação do 13º salário por cinco anos consecutivos. Já entregamos mais de 6 mil moradias, trouxemos novos espaços como o Parque da Lagoa e batemos recorde na oferta de microcrédito com o Banco Cidadão”, reforçou.

De acordo com o prefeito da Capital, a hora é de abrir caminho para uma nova referência administrativa na Paraíba, que saiba trabalhar em equipe, ouvindo a população, travalhando com prefeitos e vereadores,fazendo mais por todas as regiões do estado.

“O momento é de generosidade e de inclusão. A Paraíba tem que crescer por inteiro, gerando oportunidades do Sertão ao Litoral. Acabou o tempo da perseguição, em que se governava apenas para aliados. O trabalho que dá resultado é aquele que faz a diferença na vida das pessoas, independente de cores e bandeiras”, disse.

O Prefeito afirmou que 2017 foi um período de travessia para a construção de “tempo novo”, que será definido a partir de um debate franco com a população no ano que vem.

“Como sertanejo, sempre acreditei que o amanhã pode e deve ser melhor do que hoje. A gente só colhe resultado quando sabe onde quer chegar. Tenho certeza que, no momento certo, a Paraíba saberá fazer uma escolha madura e comprometida com o futuro, para avançar e dar um passo à frente”.

Prefeitos e vereadores reclamaram de perseguição, falta de apoio do governo aos serviços da saúde e educação, além da violência.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *