Stiupb e Sintab realizam nesta terça Assembleia de protesto contra privatizações de Romero

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas na Paraíba (Stiupb) e o Sintab (Sindicato dos Trabalhadores no Agreste da Borborema, realizarão, conjuntamente, nesta terça-feira, 10, às 9h30, na AABB, em Campina Grande, uma Assembleia Geral para discutir o Projeto de Lei da PPPs – Programa de Parceria Público Privada (PPP)., enviado pelo prefeito Romero Rodrigues à Câmara Municipal e que deve ser colocado em pauta para votação neste dia 10, véspera do aniversário da cidade.

O Projeto, que foi dado entrada na Câmara dia 03 passado, prevê privatizações no âmbito do serviço público em 16 atividades distintas, entre elas, o de água e Esgotos, Educação , Saúde, Iluminação Pública , Estradas, Espaços Públicos , entre outras.

Não apenas no âmbito na Cagepa, mas também nas áreas de Saúde e Educação, o projeto do prefeito tem provocado indignação. Nas redes sociais, servidores dessas áreas demonstram constantemente revolta por essa iniciativa do PSDB.

O presidente do Stiupb, Wilton Maia Velez, tem ocupado as mídias sociais e órgãos de imprensa para denunciar esse Projeto: “Temos que unir esforços, pois esse Projeto não apenas é prejudicial para classe trabalhadora. Ele vai possibilitar tirar das mãos da Cagepa os serviços de fornecimento de água e o seu tratamento”.

O projeto altera, por exemplo, o artigo 5º da Lei Municipal 5.043, de maio de 2011, acrescendo os seguintes itens – podendo ser objeto de concessões ou parceria público-privada: a infraestrutura turística, o Centro Administrativo Municipal; Sistema de Captação, Tratamento e Abastecimento de Água, Coleta e Tratamento do Esgoto; Gerenciamento de Resíduos Sólidos e implementação da Política de Saneamento Básico: iluminação pública em LED; Inovação Tecnológica e Internet das Coisas; Saúde e dispositivos médicos; Educação; Edificações e Infraestruturas; construção, ampliação, manutenção, reforma e gestão de instalações de uso público em geral. Bem como de vias públicas e de terminais municipais”

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *