Lira classifica punição do PMDB a Vené de equivocada e cobra respeito a deputado

O senador Raimundo Lira, líder do PMDB no Senado, se solidarizou com o deputado Veneziano Vital do Rego (PMDB), que ontem foi suspenso pelo PMDB por 60 dias de suas funções partidárias por ter votado a favor da denúncia da Procuradoria Geral da República contra o presidente Michel Temer.

“Eu pessoalmente considero que Veneziano tem grandes serviços prestados ao PMDB, sobretudo quando foi prefeito de Campina Grande duas vezes, e tudo isso tem que ser respeitado. Considero essa situação um equívoco”, afirmou.

Ontem, após o anúncio da punição, Veneziano falou com a reportagem do Portal WSCOM, e criticou a mudança de postura do partido, classificando a decisão como autoritária. “De um partido democrático a um partido com claras características autoritárias”, declarou.

Apesar da indignação, Veneziano também disse que recebeu com tranqüilidade a decisão.

“Pensei nos 14 anos que componho o partido, que ele fosse democrático e respeitasse posições divergentes”, declarou.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *