Servidores ocupam entrada da Administração Municipal em Campina contra o Governo Romero

Aproximadamente 500 servidores, entre Agentes de Combate às Endemias (ACE) e Agentes Comunitários de Saúde (ACS) ocuparam a frente da sede da Administração Municipal de Campina Grande na manhã desta quarta-feira, 31. O objetivo, conforme já divulgado pelo Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste e da Borborema (Sintab), foi protestar contra as precárias condições de trabalho, cobrar a efetivação do reajuste da data base e o enquadramento com relação ao Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR), tanto pelo tempo de serviço como por titulações e capacitação. “Estamos falando de direitos garantidos pelo PCCR e lamentamos que até este momento os ACE e ACS não tenham tido o enquadramento na Letra C. Por isso nós estamos aqui, para cobrar a efetivação deste e de outros direitos”, frisou o presidente Nazito Pereira.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

O vice-presidente Giovanni Freire por sua vez, reforçou a indignação dos agentes com a falta de respeito por parte da gestão municipal. “Nós esperamos que o prefeito Romero receba estas duas categorias e efetive os direitos dos trabalhadores. A lei é de 2016, sancionada pelo próprio prefeito em Brasília, mas ele está dando as costas para estes servidores quando não efetiva o PCCR e quando não garante sequer as condições básicas para o trabalho”, declarou. Segundo Giovanni, além de não terem fardamento e material adequado, os ACE e ACS receberam protetores solares fora do prazo de validade. “São várias questões que precisam ser resolvidas e o Sintab está aberto ao diálogo, assim como os servidores. Mas, a agenda continua com mais três dias de paralisação, em 19, 20 e 21, e uma nova assembleia, já com indicativo de greve, no dia 01 de março”, lembrou.]]>

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *