João Azevedo destaca carta de Bolsonaro e aguarda reunião do Governo com governadores

O governador da Paraíba, João Azevedo (Cidadania) opinou durante entrevista concedida à imprensa nesta sexta-feira (10), sobre a carta declaração do presidente da República, Jair Bolsonaro, dirigida à nação, se redimindo do discurso inflamado que teria feito durante as comemorações do dia 7 de Setembro.

Em um dos tópicos, o presidente disse que nunca teve nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes e que suas palavras, por vezes contundentes, decorreram do calor do momento e dos embates que sempre visaram o bem comum.

O governador disse que espera e torce como brasileiro para um distensionamento entre as instituições da República.

“Afinal de contas o ambiente que se precisa de convivência civilizada é que fará com que esse país volte, minimamente, à normalidade”, disse.

Azevedo lembrou que o país está no meio de uma pandemia, de uma crise econômica violenta, voltando para o mapa da fome, as pessoas precisando de emprego e de comida e o clima que o Brasil viveu até ontem, não interessa a ninguém.

“Os governadores já apresentaram, inclusive, a solicitação de uma agenda, que até agora não foi ainda montada com a Presidência da República para que a gente possa colocar exatamente isso. O interesse nosso é criar um momento pelo menos para trazer esperança para o nosso povo que realmente tá muito longe disse”, avaliou.