Estado anuncia que recorrerá contra decisão judicial sobre racionamento