Bayern bate o PSG por 1 a 0 e leva seu sexto título da Champions League

O Bayern de Munique bateu o Paris Sains-German por 1 a 0 na final da Champions League neste domingo, e levou para casa o seu sexto título da competição. A “lei do ex” valeu até no maior torneio de clubes europeu, e o único gol da partida veio dos pés de Kingsley Coman, atacante revelado pelo time francês.

Entenda: Por que PSG e Bayern é a final mais equilibrada e peculiar dos últimos anos

A primeira grande chance da partida foi no chute de Neymar, que parou na defesa do goleiro Neuer. Apesar de ter feito história na primeira final de Liga dos Campeões do PSG, não foi dessa vez que o brasileiro conseguiu atingir o maior objetivo do projeto do presidente Nasser Al-Khelaifi.

Leia também: O encontro do aristocrático Bayern e o novo rico Paris Saint-Germain

O gol do Bayern veio aos 14 minutos do segundo tempo, em jogada trabalhada pelo lado direito iniciada por Muller. Kimmich recebeu e cruzou na cabeça de Coman, que guardou no canto esquerdo do goleiro Navas.

Com 100% de aproveitamento, o título europeu vai mais uma vez para Munique, porém, em circunstâncias atípicas. Devido a pandemia de coronavírus, a fase final da competição foi disputada em jogos únicos e sem público. Todos os atletas e funcionários envolvidos foram mantidos em uma “bolha” em Lisboa, seguindo os protocolos sanitários da UEFA.

Com a conquista, o Bayern repete a tríplice coroa, alcançada em 2013, vencendo a Bundesliga, a Copa da Alemanha e a Champions.

 

Extra Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *